Blog /

O que é home office: 35 Ideias para trabalhar em casa

Você já pensou em largar a vida de escritório e trabalhar no conforto de casa? Administrar seus horários sem depender de um chefe? Não precisar pegar trânsito para chegar ao trabalho? Você pode conseguir tudo isso com o home office!

É isso que muita gente deseja atualmente. Pense conosco: de um lado, está o trabalho no escritório ou na fábrica, em horários fixos, muitas vezes longe de casa, que não atende mais aos anseios de grande parte da população.

De outro lado, novas formas de trabalho permitem que muitos profissionais exerçam suas atividades em casa — ou, melhor ainda, no lugar que quiserem! — em busca de qualidade de vida, autonomia e até aumento nos ganhos.

O que você escolheria? Nesse cenário, muita gente tem optado pelo home office, que pode ser adotado em inúmeras atividades profissionais.

Neste artigo, preparamos um guia completo sobre como é trabalhar de home office e como você pode aproveitar essa tendência com 35 ideias para trabalhar em casa! Você vai saber:

  • O que é Home office
  • Diferença entre trabalhar em casa x ter um negócio próprio
  • O que é necessário para trabalhar de home office
  • Habilidades que precisam ser desenvolvidas para trabalhar de home office
  • Vantagens e desvantagens de trabalhar em casa
  • Trabalhar em casa pela internet ou fora da internet
  • Home office: renda ativa, renda passiva e renda extra
  • 35 ideias para trabalhar em casa
  • Sites para vender seus serviços ou produtos

Acompanhe para conhecer melhor esse novo jeito de trabalhar!

O que é home office?

Home office é um modelo de trabalho remoto em que você não precisa comparecer a um escritório para exercer suas atividades profissionais.

A expressão “home office” significa “escritório em casa”. Mas nem todo home office fica em casa... Muita gente realiza seus sonhos de trabalhar na beira da praia ou de se mudar para outro país, sem deixar de ganhar dinheiro. Basta ter acesso à internet que está tudo resolvido!

Foi a internet, aliás, que possibilitou o crescimento do modelo home office nos últimos anos. Plataformas online de trabalho, comunicação e compartilhamento de arquivos permitem que os profissionais se conectem com clientes, colegas e parceiros e viabilizem suas atividades com as vantagens do trabalho remoto.

Os benefícios de trabalhar em casa, porém, não podem ser confundidos com a ideia de ganhar dinheiro fácil. Não basta sentar no sofá e esperar o dinheiro aparecer. Independentemente da sua atividade, é preciso ter muita dedicação, disciplina e organização para você alcançar o que deseja!

Diferença entre trabalhar em casa x ter um negócio próprio

Trabalhar em casa — ou em qualquer lugar do mundo! — significa apenas que você não precisa ir até um local de trabalho formal. Embora muita gente confunda, trabalho remoto não é sinônimo de negócio próprio.

Você pode ser um colaborador convencional ou funcionário público e ter a oportunidade de trabalhar em casa, em tempo integral ou em um dia da semana, por exemplo. Pode também ser contratado como freelancer e fazer suas atividades em home office. Nesses casos, você se sujeita às regras de quem contrata, mas não se preocupa com a gestão do negócio.

Por outro lado, você também pode criar seu próprio negócio e trabalhar em casa. Nesse caso, você se torna um empreendedor, tem autonomia para gerenciar suas obrigações e administrar seus ganhos, mas também assume as responsabilidades da gestão do empreendimento.

Mais adiante, você vai conhecer várias ideias para trabalhar em casa e uma delas vai se encaixar no seu perfil.

O que é necessário para trabalhar de home office?

Primeiramente, é preciso pensar na infraestrutura: quais recursos você precisa para trabalhar em casa? Internet é essencial — é com ela que você vai se conectar com o mundo — além de um computador (preferencialmente) e/ou celular para ter acesso a ela.

Com isso, você já tem o principal. Mas pense também em montar um escritório em casa, com mobiliário adequado, iluminação e outros equipamentos que forem necessários (impressora, scanner, máquina fotográfica etc.). Acredite: assim você vai ter muito mais produtividade!

Ainda falando de tecnologias, também é importante adotar algumas ferramentas digitais, como uma plataforma para comunicação como o Slack, organização de tarefas como o Trello e para armazenamento e compartilhamento de arquivos como o Google Drive ou Dropbox entre outras. Então, comece a conhecer esses recursos se você quer trabalhar em casa!

Mas nem só de tecnologia se faz um home office. Para fazer um bom trabalho, é preciso também desenvolver algumas habilidades. Vamos falar disso a seguir.

Habilidades que precisam ser desenvolvidas para trabalhar de home office

Trabalhar em casa é o sonho de muita gente. Mas não é todo mundo gosta desse modelo de trabalho. Afinal, trabalhar em casa exige algumas habilidades que nem todo mundo tem — mas que, é claro, podem ser desenvolvidas.

Capacidade de foco é uma delas. Casa é lugar de distração: assistir a um filme, fazer uma pipoca ou brincar com os filhos durante o trabalho é tentador, não é? Por isso, é preciso ter foco, disciplina e concentração para cumprir as tarefas do dia sem dispersar a atenção.

Casa também é um lugar propício para a bagunça, que pode atrapalhar muito a sua produtividade. Portanto, organização — tanto do local de trabalho, quanto das tarefas diárias — é uma habilidade essencial no home office.

Além disso, quem trabalha em casa não costuma interagir com muitas pessoas. Quando isso acontece, costuma ser por e-mail, mensagem ou videoconferência. Por isso, é preciso saber trabalhar sozinho, com autonomia e automotivação. Se você sentir falta de interação social, vale a pena fazer atividades fora do trabalho (academia, esportes, cursos etc.) ou trabalhar em um coworking, que reúne vários profissionais em um ambiente compartilhado.

Vantagens e desvantagens de trabalhar em casa

Home office traz muitas vantagens, especialmente no contexto atual em que o trânsito das grandes cidades e as longas jornadas de trabalho com horários fixos dificultam a vida do trabalhador. Portanto, ao trabalhar em casa, você ganha:

  • Flexibilidade de horários para trabalhar nos horários mais adequados à sua rotina;
  • Mais tempo livre para aproveitar com a família ou em atividades de lazer;
  • Liberdade para escolher onde desenvolver suas atividades;
  • Mais conforto no local de trabalho;
  • Menos estresse e tempo perdido no trânsito;
  • Economia com deslocamentos, refeições e aluguel de escritório.

Por outro lado, também existem algumas desvantagens, que podem fazer você não se identificar com o home office. Estão são algumas delas:

  • Isolamento social, já que tem contato com menos pessoas no dia a dia;
  • Trabalho em excesso por causa da flexibilidade de horários;
  • Perda de privacidade, com familiares e vizinhos que podem interromper suas atividades a qualquer momento;
  • Sensação de amadorismo se o ambiente de trabalho não for adequado.

Agora, se você está pensando em trabalhar em casa, analise os prós e contras e pense se você tem perfil para isso. Se achar que sim, continue lendo para saber mais sobre como funciona o home office.

Trabalhar em casa pela internet ou fora da internet

A internet é essencial para qualquer tipo de trabalho. É difícil pensar em algum negócio que não envolva a web, não é?

Algumas atividades só existem porque ela existe, como ter uma loja virtual ou oferecer cursos online. Esses são exemplos de negócio que você pode desenvolver na sua casa, sem precisar de um escritório físico.

Outros tipos de negócio, por outro lado, existem fora da internet. As atividades são exercidas no mundo offline, como hospedagem de pets, aulas particulares e venda de comida congelada. Mas elas são potencializadas com sites, blogs, e-mails e redes sociais, que servem para ampliar a divulgação e conectar o negócio com clientes e parceiros.

Portanto, você pode trabalhar em casa pela internet ou fora da internet. Mas a conectividade sempre será parceira para o sucesso do seu empreendimento.

Home office: renda ativa, renda passiva e renda extra

Home office: renda ativa, renda passiva e renda extra

Renda ativa

Renda ativa é diretamente relacionada ao esforço de trabalho. É o que você recebe em forma de salário, comissão ou honorários, por exemplo.

Renda passiva

Renda ativa é diretamente relacionada ao esforço de trabalho. É o que você recebe em forma de salário, comissão ou honorários, por exemplo.

Renda passiva é um dos objetivos mais perseguidos atualmente. Enquanto o produto traz retorno mesmo sem seu tempo e esforço, você pode gerar outros tipos de renda e, assim, multiplicar seus ganhos.

Renda extra

Renda extra é como chamamos os recebimentos que vão além da sua remuneração principal. Digamos que um profissional seja empregado formal em uma empresa e, à noite, faça artesanato para vender pela internet. Essas vendas podem representar uma renda extra ao seu salário mensal.

Renda extra é como chamamos os recebimentos que vão além da sua remuneração principal. Digamos que um profissional seja empregado formal em uma empresa e, à noite, faça artesanato para vender pela internet. Essas vendas podem representar uma renda extra ao seu salário mensal.

35 ideias para trabalhar em casa

Então, ficou a fim de adotar o home office? Vamos ver agora várias ideias para trabalhar em casa — e certamente você vai se identificar com alguma delas! Confira:

1. Crie um e-commerce

Criar uma loja virtual é a solução para quem quer vender produtos sem precisar investir em um ponto físico, que gera altos custos.

Isso não quer dizer, porém, que seja fácil: um e-commerce exige bastante tempo, planejamento e dedicação para dar certo. Pense, por exemplo, na necessidade de estoque e se a sua casa tem capacidade para isso. Pense também na logística de entrega e quanto tempo você vai precisar para isso. Coloque tudo no papel antes de começar a vender!

Quer uma força pra sair do zero? Este curso vai te ajudar!

Quer uma força pra sair do zero? Este curso vai te ajudar!

Gosta de animais e tem espaço para eles na sua casa? Então, você pode hospedá-los e ganhar dinheiro com isso!

Esse tipo de atividade tem se tornado comum porque cada vez mais pessoas têm pets em casa que são considerados integrantes da família. E elas procuram locais confiáveis para deixá-los quando viajam ou saem para trabalhar.

O app DogHero se especializou nisso e conecta quem tem pets com quem oferece hospedagem para eles.

3. Importe produtos para revender

Com a possibilidade de comprar produtos importados (da China e dos Estados Unidos, por exemplo) a preços baixos, você pode ganhar dinheiro ao revendê-los no Brasil.

Com a possibilidade de comprar produtos importados (da China e dos Estados Unidos, por exemplo) a preços baixos, você pode ganhar dinheiro ao revendê-los no Brasil.

Aprenda tudo o que é necessário para iniciar neste mercado com este curso.

4. Cozinhe para fora

Se você sabe cozinhar, pode ganhar uma renda extra com isso ou até torná-la sua renda principal. Você pode preparar pratos congelados, comidas frescas, doces e salgados caseiros ou tortas e bolos para festas.

Quer uma ideia?

Empreenda fazendo docinhos gourmet. Saiba mais aqui!

Aplicativos de telentrega, como o iFood e o Uber Eats, podem ajudar a popularizar as vendas desse tipo de produto.

5. Ofereça serviços de beleza

Serviços de beleza têm uma grande demanda no Brasil. Se você já sabe (ou quer aprender) a cortar cabelo, criar penteados, fazer as unhas e caprichar na maquiagem, que tal oferecer esses serviços em casa?

Você pode atender conhecidos para começar a construir sua rede de clientes. Além disso, você também pode prestar esses serviços onde o cliente quiser — e um app como o Singu ajuda nessa tarefa.

6. Produza e venda artesanato

Se você tem dotes com trabalhos manuais, pode ganhar uma renda com a venda de produtos artesanais. O “compre de quem faz” é uma ideia cada vez mais forte, a fim de valorizar os pequenos produtores e artesãos.

Então, você tem grandes chances de sucesso se souber criar produtos de decoração, lembrancinhas de festa, joias artesanais, entre outros produtos do tipo DIY (do-it-yourself).

Além de produzir, é crucial aprender como conquistar mais clientes de artesanato para que seu negócio tenha um futuro promissor.

7. Seja um assistente remoto

Se torne um assistente remoto e ajude alguma empresa ou profissional autônomo em suas atividades rotineiras. Um médico, por exemplo, precisa de alguém que marque consultas e organize a agenda. Um escritório de contabilidade precisa de alguém que prospecte clientes empresariais.

Então, você pode oferecer esses serviços em home office, e a empresa não precisa gastar com um profissional alocado só para isso.

8. Escreva um blog

Você entende bastante de algum assunto? Já é uma referência entre seus amigos? Então, você pode começar a escrever um blog sobre isso e se tornar conhecido na internet.

Existem técnicas que podem te ajudar a viralizar o conteúdo de seus blog posts.

E, com essa autoridade online, você pode se tornar um digital influencer (mesmo que seja em assuntos de nicho) e ainda vender espaços publicitários nas suas páginas. Pessoas que gostam de viajar, por exemplo, podem criar blogs de viagem e se tornar influenciadoras na área de turismo.

9. Crie um canal no Youtube

Um canal no YouTube também é uma boa forma de ganhar audiência na web e construir autoridade em torno de algum tema.

Se você tem desenvoltura para falar em frente às câmeras, pode ter futuro como influenciador!

Dê seus primeiros passos nessa direção e aprenda a monetizar o seu canal.

Saiba também que você vai precisar fazer a edição de imagens e, com o tempo, investir em alguns equipamentos de gravação, como câmera, microfone e iluminação.

10. Escreva um e-book

Quando você desenvolve autoridade em determinado assunto, pode monetizar esse conhecimento em forma de livro para ajudar outras pessoas.

Escreva em formato e-book para poder comercializá-lo pela internet, faça parcerias com afiliados para promover esse infoproduto e gere uma renda passiva com as vendas.

Não sabe por onde começar? Dê uma olhada aqui, então.

11. Dê aulas ao vivo pela internet

Além de escrever um e-book, você também pode dar aulas ao vivo pela internet sobre assuntos que domina. Digamos que você saiba cozinhar muito bem, então pode preparar pratos em transmissões ao vivo.

Além de escrever um e-book, você também pode dar aulas ao vivo pela internet sobre assuntos que domina. Digamos que você saiba cozinhar muito bem, então pode preparar pratos em transmissões ao vivo.

12. Crie e venda um curso online

Criar e vender cursos online também são uma solução para quem quer trabalhar em casa transformando conhecimento em uma forma de ganhar dinheiro.

Você pode gravar as aulas, disponibilizar em plataformas específicas de EAD — como Samba Tech, Udemy e eduK — e receber uma remuneração a cada inscrição. Como você pode perceber, cursos online também podem se transformar em renda passiva.

13. Preste consultoria sobre um tema que domine

Se você já é uma referência em determinado assunto, tem experiência, todo mundo pergunta a você sobre ele e você tem as respostas na ponta da língua, que tal prestar consultoria nessa área?

Um consultor é um profissional que domina tanto o assunto que pode ensinar e ajudar outras pessoas. E, é claro, pode fazer isso no conforto de casa e receber pelos seus serviços.

14. Venda espaços publicitários em seus canais digitais

Quando você tem uma audiência significativa na internet, outra forma de ganhar dinheiro é vender publicidade nos seus canais.

Os seguidores que você tem no blog, no canal do YouTube e nos perfis nas redes sociais podem interessar a outras marcas. Então, você pode oferecer espaços publicitários para que elas anunciem — seja com a venda direta de banners e conteúdos patrocinados, seja com plataformas de monetização como o Google Adsense.

15. Seja um afiliado e promova produtos de terceiros

Programa de afiliados é um modelo de vendas de produtos de terceiros. O produtor disponibiliza produtos físicos - marcas famosas como Nike, Lojas Americanas e Casas Bahia têm programa de afiliados - ou digitais — e-books, vídeos, cursos online etc. — e os afiliados promovem esses produtos entre seus contatos, e você pode se tornar um afiliado profissional e começar a ganhar dinheiro promovendo os produtos dessas marcas.

Então, se você construir uma boa rede de contatos, pode ter sucesso como afiliado. Plataformas como a Afilio e Hotmart facilitam essa conexão entre marcas/produtores e afiliados.

16. Faça gestão de redes sociais

Você pode trabalhar em casa como freelancer para marcas que desejam contar com um gestor de redes sociais. Esse trabalho costuma ser desenvolvido por profissionais de marketing e comunicação, mas também pode ser feito por quem domina algum nicho e entende como as redes sociais funcionam.

Se você entende tudo de moda, por exemplo, pode fazer um curso online sobre gestão de redes sociais e aplicar o seu conhecimento atendendo lojas, marcas de roupas e vendedoras, por exemplo.

17. Escreva conteúdo para terceiros

Se você gosta de escrever, pode se tornar um redator em home office. Existem muitas empresas em busca de profissionais que escrevam seus conteúdos. Muitas vezes, esse trabalho é exercido como ghost writer, ou seja, você escreve um texto, mas a propriedade e autoria é do seu cliente.

Existem plataformas como o Fiverr e Workana que reúnem vários freelancers (redatores, revisores, tradutores, designers) a serviço dos clientes que solicitam conteúdos para blog, e-book, site, redes sociais e e-mail marketing.

18. Revise textos de terceiros

Além de redação, você também pode trabalhar em casa com revisão de textos. Esse serviço pode ser prestado para as mesmas empresas que contratam redatores, mas também para escritores, editoras, estudantes em fase de TCC e outras pessoas que precisam garantir a correção das suas publicações.

19. Faça tradução de textos

Redação e revisão são bastante demandadas, mas também há muitas oportunidades de tradução, que podem ser de conteúdos de blog, documentos, trabalhos acadêmicos e outros diversos tipos de textos.

É claro que, para isso, você precisa dominar pelo menos outro idioma além do português. Se você se interessar, existem diversos cursos online de idiomas.

20. Dê aulas particulares em casa

Professores particulares são bastante procurados por pais e alunos que desejam aprender sobre algum tema com atenção exclusiva.

Então, você pode dar aulas no seu home office se domina algum assunto, que pode ser uma matéria da escola, uma disciplina da faculdade ou alguma habilidade, como tocar violão, dançar ou falar algum idioma.

21. Faça legenda de vídeos

Você sabia que é possível ganhar dinheiro fazendo legendas para vídeos? Existem empresas que pagam para profissionais fazerem isso, mas também há oportunidades como freelancer em plataformas especializadas como a Rev. Nesse caso, você pode fazer transcrições e traduções de legendas e receber por minuto de vídeo.

Uma boa dica de site para fazer legendas de forma fácil é o Kapwig.

22. Invista seu próprio dinheiro

Fazer aplicações financeiras também pode se tornar uma atividade de home office. Mas não estamos falando de jogar o seu dinheiro na poupança — para que investimentos se tornem renda, é preciso ser um trader, que entende do mercado de capitais e ações e acompanha de perto as movimentações.

Mas, para dominar esse assunto, se tornar um trader habilidoso e tomar as decisões corretas, é fundamental muito estudo.

23. Crie sites para terceiros

Criação de sites é algo acessível atualmente, já que existem várias plataformas com modelos pré-prontos e templates que facilitam a criação. Mas é claro que os profissionais que entendem de design e programação estão alguns passos a frente.

No entanto, não deixe que isso seja um empecilho, aprenda a criar um site do zero sem saber programar. E, então, você poderá trabalhar em casa criando sites para empresas e profissionais.

24. Crie aplicativos para terceiros

Da mesma forma que sites, a criação de aplicativos também é acessível, mas quem entende de design, usabilidade e programação tem uma ligeira vantagem.

Se você quer trabalhar em home office criando aplicativos para terceiros, precisa entender como funciona esse mercado e quais são as melhores práticas para isso.

25. Crie logotipos para terceiros

Se você entende de design, outra ideia é trabalhar em casa com a criação de logotipos. Você pode vender esse serviço diretamente aos clientes ou se cadastrar em plataformas para freelancers, como a We Do Logos, que conectam clientes e designers. Você pode criar a identidade visual de empresas, profissionais e projetos nas mais diversas áreas.

26. Preste serviços de SEO

Outro serviço que tem a ver com marketing e que pode ser desenvolvido em home office é o SEO (Search Engine Optimization). Trata-se de um conjunto de estratégias para melhorar o posicionamento de um site nos resultados das pesquisas. Você pode estudar as melhores práticas de SEO e vender o serviço a pequenos e médios empresários que querem aparecer no Google.

A propósito, escrevemos um artigo sobre os melhores cursos de SEO (grátis e pagos) que pode ser uma mão na roda pra você.

27. Edite vídeos

Vídeos são uma tendência na internet — basta abrir o Facebook ou o WhatsApp para perceber o quanto eles são usados e são cada vez mais profissionais. Por isso, a edição de vídeos é um serviço bastante demandado, especialmente pelas empresas que querem fortalecer sua presença online.

Se você quer se dedicar a essa área, aprenda tudo sobre edição de vídeos em cursos online gratuitos ou de baixo custo.

28. Torne-se um coach

Coach é um profissional que ajuda as pessoas a se conhecerem, desenvolverem e alcançarem seus objetivos, não importa em qual área da vida. Para isso, geralmente se baseia em estudos da neurociência e da psicologia e desenvolve um método de trabalho voltado para a ação e a mudança comportamental.

Então, se você quiser desenvolver essa capacidade para ser coach, pode atender clientes com consultas presenciais, virtuais ou ainda criar cursos online para propagar as suas ideias.

29. Transforme sua casa num estúdio de fotografia

Fotos para as redes sociais, fotos para o site, fotos para a fachada da loja, fotos para o convite de formatura... São inúmeras as fotos que as pessoas precisam — e que você pode produzir na sua própria casa!

É possível fazer um pequeno estúdio de fotografia para fotografar momentos pessoais importantes, mas também mini estúdios para fotografar produtos, que é uma grande demanda das empresas.

30. Faça tratamento de fotos

Se tirar fotos é uma forte demanda do mercado, tratar as imagens pode ser até mais importante. Afinal, a exigência pela perfeição é uma forte cobrança na internet. Por isso, as empresas podem pagar bem pelo serviço de tratamento de fotos, que é capaz de transformá-las em imagens deslumbrantes.

31. Conserte roupas

Consertar roupas está em desuso? É mais fácil comprar uma roupa nova? Não é bem assim: cada vez mais as pessoas valorizam o trabalho artesanal, a redução de desperdícios e a reutilização.

Por isso, consertar o zíper da calça jeans ou o botão do casaco de inverno tem o seu valor. Se você gosta dessa área de design, moda e costura, pode gostar de trabalhar em casa com conserto de roupas.

32. Conserte celulares

Celular é um aparelho que ninguém mais sabe viver sem. Quando ele estraga, todo mundo sai correndo atrás de uma pessoa que consiga arrumá-lo o mais rápido possível.

Então, você pode ser essa pessoa! Especialize-se no conserto de aparelhos de determinadas marcas e ofereça seu serviço em fóruns, grupos e comunidades do seu bairro. Assim, você trabalha em casa, perto dos clientes, e resolve o problema deles com rapidez.

33. Alugue quartos extras de sua casa

Se você tem espaço sobrando em casa, pode transformá-lo em fonte de renda — foi com esse argumento que o Airbnb surgiu e virou um sucesso. A plataforma conecta pessoas que tenham quartos ou apartamentos disponíveis e pessoas que queiram alugá-los por um tempo.

Então, você pode disponibilizar seus espaços nessa plataforma, ou ainda divulgá-los em comunidades de estudantes que precisem alugar imóveis por temporada.

34. Alugue materiais e equipamentos

Você também pode gerar renda alugando materiais e equipamentos para outras pessoas. Móveis e peças de decoração para festas, brinquedos para festas infantis e roupas para casamentos e formaturas são bons exemplos.

Nesses casos, muita gente pensa que é melhor alugar do que comprar os produtos. Então, você pode prestar esse serviço em home office, mas oferecer a opção de entregar e retirar os itens para o cliente.

35. Personalize produtos

Você pode investir em uma impressora ou terceirizar a impressão de canecas, camisetas, bonés, almofadas e outros diversos produtos.

Ao serem personalizados, esses objetos podem virar brindes corporativos, presentes de aniversário e lembrancinhas de casamento, por exemplo. Se você for bom em design, pode ainda desenvolver artes criativas para surpreender os clientes!

Sites para vender seus serviços ou produtos

Reunimos aqui os principais sites e aplicativos para cada tipo de atividade home office. Eles servem como ferramentas para desenvolver, divulgar ou vender seus produtos e serviços e potencializar seus ganhos. Confira:

Existem plataformas especializadas para diversas atividades, mas aposte também no poder das redes sociais e do seu próprio círculo de contatos para promover seus produtos e serviços.

Por exemplo: você pode oferecer serviços de SEO em comunidades de pequenos empresários no Facebook e, entre seus amigos, encontrar quem tenha filhos precisando de aulas particulares. Tudo o que você precisa é iniciativa para fazer essas conexões!

Qual atividade home office você mais gosta? Comece já!

Depois de ler todas as dicas para trabalhar em casa, fica claro que home office não é sinônimo de dinheiro fácil, não é mesmo? Quem quer trabalhar em casa precisa suar a camisa! Não basta sentar no sofá — é preciso escolher uma atividade que você goste, estudar para se aprimorar, entender o mercado, promover os produtos e serviços e encontrar os clientes por aí.

Se você consegue fazer tudo isso com dedicação e organização, pode aproveitar todas as vantagens de trabalhar em casa! A atividade pode começar como uma renda extra, virar a renda principal e até superar os ganhos de um trabalho convencional.

É isso que você quer? Então comece a explorar as atividades para saber com qual você mais se identifica! Na Classpert, você pode pesquisar entre milhares de cursos online para aprender sobre as áreas que você mais gosta e entrar com tudo no home office. Faça uma busca agora!

Felipe Bernardes
I am an economist responsible for Marketing and SEO strategies at Classpert. I usually write about entrepreneurship, e-learning platforms, marketing, SEO, stock trading, and related subjects.